18 outubro 2013

O que acontece com alimentos aquecidos em microondas.


O uso de aparelhos de Microondas nas residências são um senso comum, encontrados na maioria dos lares atuais. No entanto, os perigos já estão bem documentados. Há alguns anos sabemos que a maior preocupação das pessoas com relação ao microondas não é a radiação e sim, como ele corrompe a molécula de DNA do alimento, de maneira que o corpo não consegue reconhecê-lo como um alimento.
O microondas não funciona de maneira diferente para diferentes substâncias. Tudo o que você coloca no microondas sofre o mesmo processo destrutivo. O microondas agita as moléculas para se moverem mais rápido e mais rapidamente. Este movimento causa fricção que altera a natureza, deturpando a composição original da substância. Isso resulta na destruição de vitaminas, minerais, proteínas, gerando uma nova substância chamada de compostos radiolíticos, coisas que não são encontradas na natureza.
Assim, o corpo fracciona essas substâncias em células de gordura para se proteger do alimento morto ou na busca de eliminá-lo rapidamente.
Um estudo suíço liderado pelo biólogo e cientista alimentar Dr. Hans Hertel identificou os efeitos dos alimentos submetidos aos microondas. Durante oito semanas, oito pessoas vivendo em um ambiente controlado e de forma intermitente comeram alimentação vegetariana (alimentos crus), alimentos cozidos convencionalmente e alimentos submetidos ao microondas. Amostras de sangue foram testadas após cada refeição. As comidas ingeridas do microondas causaram mudanças significativas na química do sangue.
Outro estudo da Universidade de Stanford investigou os efeitos de microondas no leite materno. Um dos cientistas pricinpais disse: “Colocar o leite humano no microondas, mesmo em um nível baixo, pode destruir algumas das importantes capacidades de combate a doença.” Eles alegaram que além de aquecimento, houveram muitas outras alterações preocupantes no leite. Pense em todas as mães aquecendo leite nesses aparelhos, considerados “seguros” pelos fabricantes.
No início de 1991, um processo foi aberto contra um hospital de Oklahoma depois que um paciente morreu ao receber sangue  aquecido em um forno de microondas.
Na Rússia, fornos de microondas foram proibidos em 1976 por causa de seu efeito negativo sobre a saúde e o bem-estar.
* Comer alimentos processados a partir de um forno de microondas provoca danos cerebrais permanentes por “curto-circuito em” impulsos elétricos no cérebro.
* Produção dos hormônios masculinos e femininos diminuem e/ou alteram pela contínua ingestão de alimentos cozidos com microondas.
* Os minerais, vitaminas e nutrientes de todo alimento feito com microondas são reduzidos ou alterados de modo que o corpo humano retém pouco ou nenhum benefício.
* Os minerais presentes nas verduras são alterados em radicais livres cancerosos quando cozidos em fornos de microondas.
* Os alimentos feitos com microondas causam no estômago e intestinos tumores cancerígenos.
* A ingestão prolongada de alimentos do microondas faz com que células cancerosas aumentem no sangue humano.
* A contínua ingestão de alimentos tratados com microondas abaixa o sistema imunológico.
* Comer alimentos do microondas causa perda de memória, concentração, instabilidade emocional e diminuição da inteligência.
* Alimentos submetidos ao microondas causam alterações em substâncias alimentares simples provocando desordens digestivas.
* Os alimentos feitos com microondas perdem de 60% a 90% do campo de energia vital e o microondas acelera a desintegração estrutural dos alimentos.
* Os alimentos feitos com microondas diminuem a capacidade do organismo de utilizar vitaminas do complexo B, vitamina C, vitamina E, minerais essenciais e lipotrópicos.
Mas a prova simples está nas imagens acima de plantas vivas que morrem! Faça você mesmo sua própria experiência em sua casa para compreender os perigos do microondas. Plante sementes em duas vasos diferentes. Este foi um projeto de feira de ciências apresentado por uma menina em uma escola secundária em Sussex. Ela pegou água filtrada e dividiu em duas partes. A primeira parte ela aqueceu até ferver em uma panela sobre o fogão, e a segunda parte ela aqueceu até ferver no microondas. Em seguida, após o resfriamento ela usou a água para aguar duas plantas idênticas, para ver se haveria alguma diferença no crescimento entre a águas fervidas no fogão e no microondas. Ela pensou que talvez a estrutura ou a energia da água pudesse ser comprometida pelo microondas.  Após o resultado do experimento, até ela ficou espantada com a diferença.
Essa experiência foi repetida inúmeras vezes pelos colegas de classe da menina e obtiveram sempre o mesmo resultado.
Se a água no microondas pode parar o crescimento de plantas, então imagine o que os alimentos preparados com microondas está ocasionando ao seu corpo.
Pense bem a esse respeito. Leve em consideração as vantagens da praticidade que ele oferece a sua vida e as informações nessa postagem: examine com carinho e leve em consideração a possibilidade de livrar-se deles na sua casa.
Fonte: http://wildalchemist.ning.com/ e www.naturalnews.com
Tradução: Margarida Ranauro
Postagem, Seleção de Texto e Imagens: BlogBlessolutions

Um comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...