24 junho 2009

Nova Descoberta: As fantásticas propriedades do óleo de girassol.

O Girassol tem uma imponência e um porte majestoso. Seu nome científico é Helianthus annus, que significa ”flor do sol”. É uma planta originária da América do Norte. Suas flores brilham intensamente, são voltadas para o sol e seguem sua rotação.
Sabemos que a flores possuem um linguagem própria e sempre as procuramos quando queremos falar das emoções mais profundas de nossa alma. Muitas vezes, elas expressam aquilo que as palavras comuns não conseguem dizer. Através das flores falamos a linguagem da alma.
Cada flor tem uma virtude a nos oferecer. Qual é a virtude contida nessa belíssima flor?A mensagem que o Girassol nos traz é arquetípica, é a lição da volta ao Pai, da integração com os aspectos masculinos do Eu, com o nosso senso de individualidade equilibrado, a busca do nosso sol interior.O Sol é o símbolo maior da identidade pessoal, é a imagem que traduz o espírito masculino.
Todas as vezes que precisarmos alinhar nosso ego com nossa mente superior para fortalecê-lo , para que possamos enfrentar as dificuldades do nosso dia-a-dia, podemos entrar em ressonância com essa flor e acolher todas as suas virtudes para nos deixar ser preenchidos por sua luz, pois no centro do nosso ser também temos um “pequeno sol”, o nosso coração.
Vamos sintonizar com essa imagem e deixar que ela atue em nós, trazendo as qualidades do masculino para nosso ser.
Que possamos ser preenchidos por essa luz! E vivenciar uma personalidade solar, radiante!


Dr. F. Karach
Academia de Ciências da Rússia

Do relatório do Dr. F. Karach, um participante do Congresso de Cancerologia e Bacteriologia da Ucrânia, no qual foi explicado um método incomum e muito simples de cura para o corpo humano com a ajuda do óleo vegetal de girassol.

Os resultados desse processo de cura provocam admiração e dúvidas sobre o conteúdo de seu relatório. Mas, após um exame mais detalhado de sua terapia com o óleo, qualquer um pode se convencer dos argumentos dele e experimentar os efeitos em seu próprio corpo.

É mais do que impressionante que um método de cura tão simples possa produzir um sucesso tão grande para a saúde, tanto no tratamento quanto na cura de doenças “nas quais se pode até evitar cirurgias ou ingestão de medicamentos de vários tipos com seus efeitos colaterais tão prejudiciais”.
Dr. Karach continua expondo que, na verdade, o princípio da cura está principalmente na maneira como ela é feita, isto é, em saborear e bochechar o óleo na cavidade bucal. O resto da cura é feita pelo próprio organismo humano. Deste modo, é possível que, ao mesmo tempo, todas as células e tecidos do corpo se regenerem juntos. Com isso, impede-se o extermínio da flora bacteriana e, consequentemente, os estragos no organismo. Do contrário, o equilíbrio do organismo é enfraquecido e, como conseqüência final, fica diminuído e seu tempo de vida. O ser humano vive, praticamente, só a metade dos anos que poderia viver. Ele poderia muito bem atingir 140 ou 150 anos.
Com este método, dores de cabeça, bronquite, dores de dente, trombose, doenças sanguíneas crônicas, artrose, paralisia, eczemas, úlcera no estômago, doenças intestinais, dores no rins e no coração, encefalite e doenças femininas, foram totalmente curadas.
Como profilaxia, a formação de tumores letais é impedida e também curadas, assim como, por exemplo, doença sanguíneas crônicas, paralisia, doenças nervosas, estomacais, pulmonares e de fígado e, a doença do sono epidêmica. O método de cura aqui apresentado, cura o organismo por inteiro e funciona também como preventivo nos casos de tumores e enfartos. Com esse método consegui curar minha doença sanguínea crônica, com a qual convivi durante 15 anos e curei também minha artrose.

O Processo de Cura com o Óleo Vegetal de Girassol :

Coloca-se na boca uma colher de óleo (no máximo uma colher de sopa – no mínimo, uma colher de chá). Esse óleo vai ser trabalhado na boca, sem pressa e sem esforço.
Faz-se bochechos com o óleo, de boca fechada, durante 15 a 20 minutos. O óleo não deve ser engolido de jeito nenhum. A princípio o óleo deve estar pastoso, mas depois vai ficando mais fluido. Quando a boca estiver bem cheia de líquido, cospe-se tudo. O líquido que sai tem que estar branco como leite. Se ainda estiver amarelo é sinal que se bochechou por pouco tempo. Depois de cuspir, lave a boca várias vezes com água corrente e escove os dentes. O líquido branco que foi cuspido está cheio de veneno (no sentido figurado), de tal forma que a pia ou o lavatório onde se cuspiu o líquido, tem que ser bem lavados.
No líquido cuspido se encontra uma quantidade imensa de bactérias, vários tipos de micróbios patogênicos e outras substâncias patogênicas prejudiciais à saúde. Se nós formos examinar uma gota deste líquido num microscópio que aumenta 600 vezes, veremos uma série de fibras se movimentando. Estas fibras são exatamente os micróbios em estágio inicial de desenvolvimento, não permitindo que se atinja um estado de saúde permanente. Um dos efeitos mais acentuados é fortalecimento dos dentes bambos, acaba com sangramento das gengivas e os dentes se tornam mais brancos.
É melhor fazer este bochecho com o óleo de manhã cedo, ao se levantar e sem ter lavado o rosto e escovado os dentes, isto é, antes de tomar o café da manhã.
Se quiser apressar o processo de cura, pode-se repetir o processo por três (03) vezes ao dia, antes das refeições e com o estômago vazio. A única coisa que acontece é o aceleramento do processo de cura e não há prejuízo à saúde.

Este tratamento deve ser mantido até que:

a) o organismo volte a ter sua fortaleza original,
b) você volte a ter sono tranqüilo,
c) ao acordar não sinta fadiga nenhuma,
d) os olhos devem estar sem olheiras,
e) um apetite saudável, um bom sono e uma memória sem problemas voltem a existir.

Aqui é bom salientar que no princípio possa aparecer uma piora aparente, especialmente nos pacientes que sofrem de várias doenças ao mesmo tempo. Este sentimento aparece principalmente quando os focos de infecção começam a desaparecer ou quando um foco de infecção inflamado começa sobre outro foco, que no futuro iria se converter numa doença perigosa.

Não há, entretanto, por causa disto, nenhum fundamento para interromper o tratamento, mesmo que apareça febre. Uma piora significa apenas que a doença está desaparecendo e o organismo está se recuperando. A cura em si acontece durante o bochechar com o óleo e, quantas vezes por dia se quer aplicar o tratamento, fica por conta da decisão de cada pessoa.
Doenças súbitas demoram de dois a quatro dias para serem curadas. Doenças crônicas demoram até um ano para serem curadas.

NÃO INTERROMPA O TRATAMENTO ATÉ CONSEGUIR A CURA.

Tradução por Cleuza During,
baseada no texto publicado na revista

“Natur und Medizin” – Nº 1 – Jan/Fev – 1993 – Pág 08
Endereço: Am Nichaelshof 6.5300 – Bonn 2 – Alemanha 14 03 93

7 comentários:

  1. Oi Mick, é Claudia, do Conexões de Luz... maravilhosas publicações, a gente se esquece do tempo no teu blog. Fiquei super empolgada com este tratamento com o óleo de girassol. Vc sabe se há alguma contraindicação pra pacientes como eu, que fazem quimioterapia?
    Um grande abraço, Claudia

    ResponderExcluir
  2. mick, otima materia licença para colocar em minha pagina, com creditos, obrigado e abraço, silvia

    ResponderExcluir
  3. obrigado mick coloquei na pagina do multiply onde tenho artigos na integra, http://sylribeiro.multiply.com/journal/item/223/OLEO_DE_GIRASSOL_ORGANICO
    abs

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde aqui é a Maristela. Que tipo de oleo de girassol devo usar, aquele que compramos engarrafado no supermercado mesmmo ou há outro que tenho que adquirir como medicamento? Grata pela atenção.

    ResponderExcluir
  5. Oi Maristela,
    Se você achar algum óleo de girassol orgânico ( http://www.viapaxbio.com.br/index.php?id=18&produto=9&cod=1 ), é melhor.
    Mas o industrializado deve servir também.

    ResponderExcluir
  6. Incrivel, trabalhamos com esmagamento a frio de girassol,e nossa tecnologia extrair oleo in natura extra virgem, que maravilha agora todos irão poder usufruir do oleo, eu estou usando é magnifico.
    www.bioeng.net.br

    ResponderExcluir
  7. Boa tarde Dr Mick Bernard , sou Maria Antonia, gostaria de saber se o uso do óleo de Girassol quando usado no local da artrose na parte externa , também da resultado?

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...