02 junho 2016

Introdução ao Ayurveda.


Todos que entram em contato com Yoga, Vedanta, meditação etc, em algum momento ouvem falar em Āyurveda, sobretudo nos doshas.
Existe muita informação na internet e nos livros, de forma que por ser um tema tão querido pelas pessoas, muitas informações imprecisas podem surgir.
Mas o que é realmente Āyurveda? O que são os dosas?

Neste post o professor e terapeuta Erick Schulz fala um pouco sobre essa ciência milenar, e nos convida a conhecer seu trabalho no Instituto Naradeva Shala, onde é diretor, em São Paulo. Eu, por outro lado, os convido a conhecer minha interpretação artística de cada dosha em forma de ilustração :) (Daniela Navais)
A palavra Āyurveda em sânscrito é formada por duas partes: ayus = vida e veda = conhecimento. 
O Caraka Samhita, um dos mais antigos e principais textos do āyurveda, define ayus da seguinte forma: 
“O termo ayus é a combinação de corpo, órgãos dos sentidos, mente e alma” (Caraka Samhita, trad. Dash e Sharma, 2007: vol I, p 25)
Segundo esta definição Āyurveda é o conhecimento ou a ciência da vida e possui uma evolução e desenvolvimento de milhares de anos em toda a região onde hoje chamamos de Índia.
O Āyurveda afirma que tudo no universo é formado pelos 05 (cinco) elementos básicos da natureza, que é chamado em sânscrito de pancha maha bhuta (os cinco grandes elementos), são eles: espaço (akasha), ar (vayu), fogo (agni), água (jala) e terra (prithivi). 
O objetivo desta ciência é estudar as influências destes elementos na natureza e no ser humano, dentro desta filosofia o ser humano é um microcosmo do universo que é o macrocosmo. 
Os elementos se unem dois a dois para formar o que é chamado de dosha (“humores biológicos”) que atuam na nossa fisiologia assim como na forma dos desequilíbrios psicofísicos. 
Os elementos, espaço e ar, formam o que é chamado de dosha Vāta, fogo e água geram o dosha Pitta e água e terra formam o dosha Kapha. Podemos afirmar que os doshas são as expressões fisiológicas dos 05 elementos quando existe equilíbrio, porem quando ocorre uma desarmonia tornam-se suas expressões desequilibradas.
Cada um dos Doshas possuem qualidades (gunas) e são essas qualidades que conseguimos diferenciar cada um deles e dessa forma ou com esse olhar que analisamos cada ser humano, através de suas qualidades, e assim determinar a partir das gunas qual Dosha é predominante em cada pessoas e se existe ou não algum dosha em excesso.
Vale a pena ressaltar que todo ser humano possui todos os elementos e todos os doshas, mas o que nos torna únicos é que nunca encontraremos duas distribuições desses elementos e doshas iguais no planeta.
vata

Vāta

O dosha Vāta, espaço e ar, é frio, leve, seco, móvel e rápido, atua principalmente nas funções excretória e nervosa. No tubo digestivo localiza-se no intestino grosso. Vāta desequilibrado ou patológico gera um quadro clínico relacionado ao aumento de espaço e ar (movimento) no nosso corpo físico: secura, frio, perda de peso, inquietação, gases, prisão de ventre, ansiedade, medos, depressão e insônia. Algumas doenças relacionadas ao dosha Vāta: fibromialgia, artrose, dores em geral, problemas de coluna, cefaléia, constipação, flatulência, colite, síndrome bipolar, doença de Parkinson, demência senil.
pitta

Pitta

O dosha Pitta, fogo e água, é quente, moderado e oleoso (úmido), atua principalmente na função metabólica e digestiva. No tubo digestivo localiza-se no estomago e duodeno (intestino delgado). Pitta desequilibrado ou patológico promove um quadro clínico relacionado ao aumento de fogo e água (calor e umidade) no nosso corpo físico: azia, queimação abdominal, fezes soltas, calor no corpo, aumento da sudorese (suor), pele sensível e vermelha, olhos vermelhos, irritabilidade e agressividade. Algumas doenças que podem estar relacionadas ao dosha Pitta: gastrite, ulcera digestiva, regurgitação, diarréia, hepatite, inflamações, acne, crises de fúria e ciúmes, enxaqueca e estresse exacerbado.
kapha

Kapha

O dosha Kapha, água e terra, é pesado, oleoso (úmido), frio e lento, atua na função estrutural e de lubrificação dos tecidos. Kapha desarmônico ou patológico gera um quadro clínico relacionado ao aumento de água e terra no nosso corpo físico: peso corporal aumentado, lentidão, preguiça, oleosidade, secreções, embotamento mental. As doenças que podem estar relacionadas ao dosha Kapha: obesidade, diabetes, aumento do colesterol, bronquite, sinusite, tosse com secreção, alergias respiratórias, lentidão em todas as funções físicas e mentais e apego exacerbado.

OBS: todos exemplos que colocamos acima descrevendo os doshas é meramente ilustrativo, essa analise deve ser feita individualmente.
Para tratarmos os nossos desequilíbrios temos que antes apontar o dosha que está em desarmonia e para isso ocorrer o profissionais precisam de uma formação com base nos princípios básicos e tradicionais do āyurveda, onde aprenderão a realizar o diagnostico ayurvédico e assim terão capacidade para definir o que é chamado de Prakrit (Dosha “original”) e Vikruti (Dosha em “desarmonia”).
Caso realmente existe um dosha em excesso é criado um plano de tratamento terapêutico para o cliente/paciência que pode envolver desde mudança na rotina, alimentação saudável, uso de ervas medicinais, massagens de diversos tipos até processos profundos de desintoxicação.
Aquele que satisfaz-se diariamente com alimentos saudáveis e com atividades que discriminam (o bom e ruim em tudo e age sabiamente), que não é apegado  (demasiadamente) aos objetos dos sentidos, que desenvolve o ato da caridade, que considera todos como iguais (agindo com gentileza), com sinceridade, com perdão e mantendo a companhia de pessoas boas, torna-se livre de todas as doenças” (Vagbhata, Astanga Hrdayam, tradução de Murthy, 2007: vol I, p 52)
O āyurveda é muito mais do que uma medicina, filosofia ou pratica de bem estar, é um verdadeiro sistema védico que nos proporciona conhecer a ciência da vida nesse caso, nós mesmos.
Todos estão convidados a participar.
Namaskaram
Erick Schulz
Professor, Terapeuta e escritor de Āyurveda
Diretor do Instituto de Cultura Hindu Naradeva Shala.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...