13 abril 2013

As crianças psíquicas da China.




Durante o tempo que estive trabalhando com Inge Bardor, estive lendo acerca da investigação de Paul Dong e Tomas E. Rafill, que escreveram juntos o livro China's Super Psychics (As crianças super psíquicas de China). De acordo com eles, o governo chinês fez testes com mais de cem mil crianças que resultaram em super psíquicos, que podiam “ver” sem usar seus olhos.

O governo chinês estabeleceu escolas para receber estas crianças, quando os encontrava, para dar-lhes um treinamento especial. Na realidade estavam ao mesmo tempo ensinando as crianças e aprendendo deles para compreender este grande mistério que estava se abrindo frente a seus olhos. O senhor Dong reporta como estas crianças chinesas realizavam incríveis façanhas de habilidade psíquica enquanto os cientistas estudavam e controlavam cada experimento para estarem seguros de que não havia truque ou engano.
Este é um exemplo de um de seus experimentos: Colocava-se uma mesa sem nada em cima em uma área aberta; com câmeras de vídeo prontas para filmar o experimento. Um dos cientistas colocava uma garrafa fechada e lacrada cheia de pastilhas, como vitaminas, no centro da mesa e uma moeda ou algo do tamanho aproximado, às vezes uma pedra, na borda da mesa. Uma criança pequena se aproximava da mesa, mas sem chegar muito perto, para estarem seguros de que ele ou ela não pudesse tocar em nada. Com as habilidades psíquicas da criança, as pastilhas passavam através do cristal da garrafa e se colocavam sobre a mesa. E o outro objeto, a moeda ou a pedra pequena, que estava sobre a mesa, flutuava para a garrafa ainda fechada e lacrada, porém vazia e, passava através do cristal e se colocava dentro da garrafa. Evidentemente, não era muito difícil conseguir isto, já que mais de cinco mil crianças chinesas foram capazes de fazer este experimento sob o controle do governo.
Uma pequena menina chinesa de seis anos deu uma rara demonstração de suas habilidades psíquicas, com milhares de pessoas presentes. Antes de entrar no teatro, foi ofertado a cada pessoa um botão de rosa com talo e folhas. Depois, a criança entra em cena, move suas mãos e todos os botões de rosa no teatro se abrem convertendo-se em rosas completamente maduras e abertas em somente alguns minutos. Se isso for um truque, de verdade é muito bom.
Houve muitos gêneros diferentes de demonstrações de habilidades destas crianças, mas o verdadeiro sentido disto era fácil de entender: algo extraordinário estava tendo lugar na China e México. Agora eu tinha que saber se este fenômeno se estenderia a todo o planeta ou se estaria restrito a estes países.
Já que Mary Ann e Inge usavam a mesma tela interna para ver, teria que perguntar a Paul Dong, quem havia estudado extensivamente estas crianças. Os super psíquicos da China. (desde 1985 a China tem feito amplas investigações acerca da idéia de uma consciência superior e os fenômenos psíquicos em crianças, o que tem provocado o aparecimento de artigos em revistas prestigiosas de ciência como a Nature Journal e muitas outras. Isto é algo que tem sido bem investigado e documentado).
Fiz contato com Paul na Califórnia, onde ele estava vivendo. Falamos aproximadamente duas horas, e quase ao final da conversação lhe perguntei o que estava tão ansioso por saber: “Paul, o que vêem as crianças super psíquicas da China quando lhes tapam os olhos? Quero dizer, o que vêem em suas mentes?”. Paul começou a atuar como Inge quando lhe perguntei sobre isto, dizendo que era um pouco estranho, mudando de assunto. Finalmente, depois de pelo menos dez minutos de insistência, Paul se atreveu a dizer: “Drunvalo, eu nunca vi o que eles vêem porem, as crianças dizem ver uma tela interna como se fosse uma televisão e que a partir daí as imagens vem para eles”. Imediatamente perguntei se havia pequenas telas ao redor da tela central. Respondeu-me que não sabia, as crianças nunca haviam dito.
Agora eu sabia que as crianças psíquicas da China também viam uma tela parecida a uma televisão, mas não estava seguro de que fosse igual ( Drunvalo já tinha conhecimento sobre as telas). Isto era muito interessante. Podia ser que havia tropeçado com um fenômeno universal, por isso estava ainda mais determinado a encontrar a verdade.

A Academia Internacional de Desenvolvimento Humano próxima de Moscou
Um dos repórteres russos que escreve na revista eletrônica espiritual The Spirit of Ma’at {O espírito de Ma’at [deusa egípcia da verdade]}, www.spiritofmaat.com, Kostya Kolavenko, havia lido um dos meus artigos sobre as crianças super psíquicas e sua tela interna, e me disse que havia uma escola para crianças psíquicas perto de Moscou onde se lhes era ensinado ver em sua tela interna e a partir daí seguir mais a frente. A escola estava fazendo poderosas declarações que, se fossem verdade, mudariam o mundo para sempre.
Não só podiam estas crianças olhar sua tela interna e “ver” sem usar os olhos; eles simplesmente tomavam em suas mãos um livro por alguns minutos e todo o livro era mostrado em sua tela interna. Uma vez ali, podiam mover-se através das páginas como um computador e ler e ver todo o texto e as fotografias que estavam no livro original. E mais, conheciam imediatamente o conteúdo de todo o livro.
O homem que deu início a esta escola, que se chama Academia Internacional de Desenvolvimento Humano, é Viacheslav Bronnikov. A fama e as conquistas da escola evidentemente chegaram a Washington, já que Hilari Clinton, durante a presidência de seu esposo, viajou a Moscou para observar esta escola de primeira mão. Aprendeu ela algo? Talvez isso a tenha ajudado a chegar ao senado por Nova York!
Nos meses seguintes, Kostya me falou sobre mais duas escolas na Rússia que ensinavam técnicas psíquicas similares, mas usando diferentes métodos de ensinamento. Foi quando então, comecei a dar-me conta de que estava dentro de algo muito maior do que originalmente havia pensado.
Em 1999 fui a Moscou e fui levado ao Kremlin para falar na Academia Russa de Ciências acerca do corpo de luz humano, a Mer-Ka-Ba. Estando ali perguntei sobre as crianças da Rússia e que muitos tinham agora trinta anos de idade. O governo russo sabia de sua existência, assim como a China, desde 1970. Que incrível despertar! A princípio acreditei que Mary Ann era um acidente fortuito.
Jimmy Twyman e as crianças super psíquicas da Bulgária.
A maioria de vocês conhece James Twyman, que frequentemente é chamado de “o Trovador da Paz”. Ele tem viajado ao redor do mundo cantando canções de paz. Muitas vezes, quando Jimmy canta estas canções,começam a surgir grandes movimentos a favor da paz entre os governos. Eu conheci James Twyman quando veio a minha casa com Greg Braden, um velho amigo, há aproximadamente dois anos.
Falamos sobre as crianças super psíquicas, mas naquele tempo Jimmy não havia tido conhecimento ou experiência com estas crianças, e o tempo passou. Então, um dia, Jimmy falou sobre as vidas das crianças psíquicas. Ele estava dando uma conferencia a um pequeno grupo de pessoas na casa de uma delas. Só adultos estavam presentes inicialmente, mas enquanto Jimmy falava, chegou uma criança de uns doze anos e se sentou justamente em frente a Jimmy escutando-o falar.
A criança atraiu a atenção de Jimmy, e depois de um tempo se deu conta de que sua fala estava se dirigindo diretamente para a criança. Ao terminar, começaram a conversar os dois, e durante esta conversa, Marcos, a criança, fez algo com Jimmy que então, passou a ver a sua tela interna. Nunca antes havia visto algo semelhante, porem Jimmy se lembrou do eu havia dito e me chamou depois, nessa mesma tarde, para falar deste extraordinário evento.
Este humilde começo levou Jimmy a uma extraordinária aventura, a qual descreve em seu livro chamado Emissary of Love (Emissário do Amor). Ele descreve como foi à Bulgária, de onde era Marcos, e que eventualmente encontrou um monastério no alto de uma montanha onde os monges estavam treinando crianças para ver sua tela interna e para “ver” com diferentes partes de seu corpo.
Estas crianças da Bulgária se comunicam agora com Jimmy de forma telepática, sobre como conseguir a paz neste nosso mundo. Sua principal mensagem é de que a paz vive dentro de cada um de nós e que na verdade somos emissários do amor. E, a partir desta perspectiva querem fazer-nos uma pergunta: “se nos vemos como emissários do amor, como viver nossas vidas sabendo desta verdade?” E eles dizem: “Comece Agora”.
Pouco a pouco se fez claro que ver na escuridão era um fato, não obstante não o compreendia totalmente. Estava aprendendo que podemos ver com luz usando nossos olhos e nossa mente ou, ver com outra parte de nosso corpo usando a escuridão; e mais, estava aprendendo que podemos ver e saber mais do que somente a superfície das coisas. Onde isto estava nos levando? Realmente não sabia, porem sempre confiei no Grande Espírito e sabia que tudo é completo e perfeito justamente como está. Sabia que só tinha que esperar e manter-me aberto ao conhecimento e que a verdade se revelaria sozinha.

Extrato do livro “A Flor da Vida” de Drunvalo Melchizedek
Tradução:sandraferris@globo.com

Veja video de aproximadamente 10 minutos sobre As Crianças Psíquicas da China com legendas em inglês no link: https://www.kryon.com/quantumvideo.html


3 comentários:

  1. No Brasil as crianças psiquicas são chamadas de mentirosas e apanham, principalmente nas classes mais baixas mas, nas mais altas tem criança tomando ritalin sem necessidade (a não ser acalmar a ansiedade dos pais...)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não há porque fazer tal generalização, por favor. Há inconsciência em diferentes niveis em todos os lugares da Terra, mas também há movimentos de consciência aumentando, aumentando...viva isto!

      Excluir
  2. Não seriam estas crianças Cristais?
    Espero viver com saúde para ver esse salto evolutivo da humanidade, comunicações telepáticas, teletransporte mental, e o Amor fraterno e incondicional sendo uma linda realidade nos corações de todos neste planeta.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...